Da Base

01:11 | 16/12/2017
Brasil
04/08/2017 às 19:14 - Por Redação

Especialista detalha fatores mais importantes da análise de desempenho na base

Yan Viegas lista os três pontos primordiais a serem analisados na formação de novos talentos

A análise de desempenho é uma área bastante consolidada no futebol europeu e que vem ganhando cada vez mais espaço e importância dentro do cenário brasileiro, principalmente no processo de modernização dos clubes. No Brasil, há uma demanda por profissionais que consigam, além de planilhar, interpretar os dados para fornecer a informação necessária para melhorar a performance da equipe, de forma quantitativa e qualitativa.

O setor de análise de desempenho performa um trabalho conjunto com a comissão técnica, agindo como um condutor das informações de cunho táticos-técnico relativos ao desempenho tanto da própria equipe, como dos adversários, utilizando recursos de vídeos, scouts estatísticos e relatórios. O analista de desempenho é o profissional membro da comissão técnica com conhecimento e vivência do trabalho de campo, e algum conhecimento em tecnologia, responsável pela gestão, organização e condução da informação do desempenho técnico-tático das equipes de Futebol.

Os objetivos principais são otimizar a performance do atleta e da equipe (através do uso de vídeos, estatísticas e relatórios de desempenho), proporcionar um feedback de desempenho do trabalho que vem sendo desenvolvido, criar um banco de dados de videos dos atletas e da equipe, agir como um elo entre o modelo de jogo da instituição e cada etapa de formação prática no dia a dia.

Portanto, o DaBase entrevistou o analista de desempenho Yan Viegas, atualmente no Madureira-RJ, e ele elencou os três fatores mais importantes da análise de desempenho nas categorias de base, com uma breve explicação sobre cada um deles.

1- Análise de desempenho e a identificação do talento;
2- Análise de desempenho e processo de formação na base;
3- Análise de desempenho na competição.

1 – Análise de desempenho e a identificação do talento

Um dos principais pontos é a captação e identificação do talento. O primeiro passo a ser definido é um padrão para nortear o analista e sua equipe, agindo sempre em conjunto e atendendo aos critérios definidos. O modelo de jogo do clube e o perfil de jogador que o clube deseja são critérios indispensáveis na prospecção de novos atletas, guiando o setor durante o processo de observação. As informações estando alinhadas e de acordo com os padrões estabelecidos, já podemos observar benefícios diversos, como a minimização de erros nas escolhas, uma maior precisão na seleção do atleta e redução de custos.

A análise de desempenho também contribui nestes processos utilizando ferramentas diversas, como por exemplo planilhas de acompanhamento de atleta, seja ele do elenco ou estando sob análise; criar um banco de dados para atletas analisados com a finalidade de termos material para consultas futuras.O monitoramento dos atletas nos mais diversos campeonatos disputados também constituem uma parte importante neste processo, independe do porte da competição.

2 – Análise de desempenho e processo de formação na base

O processo de formação na base tem como principal objetivo formar futebolistas com o perfil da instituição esportiva, agregando valores da cultura organizacional e focando na formação integral do indivíduo. Este processo tem como função primordial preparar o futebolista para atuar na categoria profissional do clube.
No processo de formação na base é função do analista ajudar nas tomadas de decisões e desenvolvimento do atleta, captação, promoção e dispensa. Auxiliamos também as comissões técnicas em competições, jogos, treinamentos e no controle de informações, apresentando indicadores individuais e coletivos de natureza quantitativa e qualitativa acerca da eficácia e eficiência do rendimento desses atletas. O setor também participa da avaliação do rendimento esportivo durante o processo de treinamento, como no controle de conteúdo do treino, avaliação desse conteúdo, do aprendizado e das respostas dos futebolistas, a partir do que foi ministrado.

3 – Análise de desempenho na competição

O setor de análise de desempenho também possui um papel de grande importância para o clube durante as competições, pois fornece uma visão analítica sobre os princípios de jogo e táticas que regem a nossa equipe e o adversário, além de identificar as funções dos atletas, individualmente, dentro de um padrão de jogo. Durante a competição, o setor realiza uma análise dos dois últimos jogos disputados pela equipe e os seguintes fatores são avaliados: o desempenho quantitativo/qualitativo, a proposta de jogo, os aspectos táticos a serem corrigidos e os aspectos táticos que devemos valorizar.

Os comportamentos analisados dos três últimos jogos dos adversários são: como eles se comportam nas fases do jogo (transição ofensiva, defensiva, organização ofensiva, defensiva e bola parada), quais as estratégias do jogo, aspectos positivos e negativos e tendências para o confronto.

O processo de treinamento também se beneficia do olhar do analista de desempenho, pois uma das funções do setor de análise é oferecer ao treinador um feedback, se o atleta conseguiu alcançar os objetivos do treino. Uma informação de destaque é a valorização de virtudes e a correção dos defeitos do atleta, dos aspectos táticos-técnico, sejam eles individuais ou coletivos. A evolução é acompanhada pelo setor, com foco na parte qualitativa e, sempre que solicitada, essa informação é repassada ao atleta.

Comente


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Da Base