Da Base

02:05 | 23/08/2019
Brasil
15/04/2019 às 17:51 - Por Vinicius Fernandes

Argentina sofre goleada, mas fica com título sul-americano sub-17

Equador consegue reação histórica e tira Peru do Mundial

Na noite deste domingo (14) foi realizada a quinta e última rodada do Hexagonal Final do CONMEBOL Sul-Americano Sub-17, que se disputa no estádio San Marcos, na cidade de Lima, no Peru.

Argentina comemora o título (Foto: Divulgação)

No primeiro jogo, em confronto direto, o Peru eliminou o Uruguai com um triunfo por 3 a 2. Arezo, logo com sete minutos, abriu o placar para os uruguaios. Pinto, cobrando pênalti, empatou aos 42 do primeiro tempo. E ele mesmo, aos três minutos da segunda etapa, virou. Só que Juambeltz, numa bela cobrança de falta, aos 41, deixou tudo igual novamente e dava a vaga para os charrúas, mas nos acréscimos, aos 48, o pequenino Llontop apareceu no meio da defesa adversária para cabecear sozinho, sem sequer precisar sair do chão, definindo o marcador.

Na sequência, o Paraguai segurou um empate contra o Chile, por 0 a 0, e se garantiu no Mundial, além de deixar a Argentina perto do título.

Numa final com sabor de polêmica, a Argentina, que só havia chegado ao Hexagonal Final devido à uma goleada no Brasil, sagrou-se campeã apesar de levar 4 a 1 do Equador, de virada.

As redes balançaram apenas no segundo tempo. O selecionado comandado pelo ex-craque Pablo Aimar podia até perder por três gols de diferença que ficaria com o título. Já a seleção equatoriana precisa vencer por essa mesma diferença para ficar na frente do Peru no saldo de gols e eliminá-lo da Copa do Mundo.

Sem sofrer gol em toda fase final, a Argentina teve Federico Losas, do Chacarita Juniors, como goleiro neste jogo decisivo (Rocco Ríos Novo, do Lanús, foi o titular durante toda a campanha). A albiceleste saiu na frente com o gol de Matías Palacios, aos quatro minutos da etapa final, mas os equatorianos reagiram e marcaram quatro gols em menos de 20 minutos. Mina, aos 14, de pênalti, empatou. Mercado, aos 20, virou. No minuto seguinte, Losas tentou dar um chutão, a bola explodiu nas costas de Mina e entrou de mansinho. Aos 32, Mejía acertou um chutaço de canhota e decretou a goleada.

Comente


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Da Base