Da Base

04:21 | 30/03/2020
Brasil
25/03/2020 às 10:20 - Por Vinicius Fernandes

Confira como estão as principais competições de base em Portugal

Regulamentos confusos marcam as competições em Portugal

A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) paralisou as atividades do futebol em todo o mundo. Em Portugal as divisões de base estão na seguinte situação:

Muitas competições de base em Portugal (Foto: FPF)

LIGA REVELAÇÃO

Na temporada regular da competição sub-23 eram 16 clubes. Após 30 rodadas (turno e returno), os seis primeiros avançaram à fase final, enquanto os outros dez disputaram o torneio contra o rebaixamento.

Melhor time da fase inicial, o Rio Ave lidera a fase final com 38 pontos ganhos, três a mais que o Benfica. A seguir aparecem Sporting (33), Estoril (33), Desportivo Aves (32) e Sporting Braga (30 pontos somados), faltando seis rodadas para o fim.

Na luta contra o rebaixamento são dois grupos de cinco e também restam seis rodadas para o final. No Norte, o Vitória de Guimarães tem 22 pontos ganhos, seguido por Feirense (21), Leixões (19), Famalicão (16) e Académica (16). No Sul, o Vitória de Setúbal está com 28 pontos ganhos, seguido por Cova da Piedade (27), Portimonense (26), Belenenses (23) e Marítimo (20).

CAMPEONATO NACIONAL DA I DIVISÃO SUB-19

Na temporada regular foram 24 clubes divididos em dois grupos regionalizados. No Norte avançaram Sporting Braga (50 pontos ganhos), Famalicão, atual campeão da segundona (38), Porto (38) e Rio Ave (38). No Sul seguiram adiante Benfica (58 pontos ganhos), Sporting (51), Estoril Praia (42) e Alverca (36).

Estas oito equipes agora disputam a fase final, em 14 rodadas (turno e returno). Foram realizadas quatro e o Benfica está isolado na liderança, com 12 pontos ganhos, três a mais que o Rio Ave. Atual campeão, o Porto é apenas o sétimo colocado, com somente um ponto conquistado.

Na luta contra o rebaixamento são dois grupos com oito times cada. Após 14 rodadas (turno e returno) caem os três piores das duas chaves, que no momento são Feirense (três), Nacional (dois) e Vizela (um ponto somado), no Norte, e Tondela (seis), Vilafranquense (um) e União de Leiria (zero ponto conquistado), no Sul.

CAMPEONATO NACIONAL DA II DIVISÃO SUB-19

A primeira fase teve 50 clubes divididos em cinco grupos. Após turno e returno (18 rodadas), os dois primeiros de cada avançaram à fase final, junto com o Sporting Ideal e o União da Madeira, vencedores dos campeonatos regionais.

Agora são dois grupos de seis, com dez rodadas (turno e returno). Os três primeiros de cada garantem vaga na elite em 2020/21. Além disso, o primeiro da Zona Norte encara o primeiro da Zona Sul na disputa pelo título da competição. Após quatro rodadas, o Chaves lidera no Norte, com nove pontos ganhos, seguido por Anadia (oito), Boavista (oito), Moreirense (quatro), Académico Viseu (três) e Ideal (um ponto). No Sul a liderança está dividida entre Oeiras e Marítimo (dez pontos ganhos). Atrás aparecem União (seis), Cova Piedade, Loures e Marinhense (todos com três pontos somados).

CAMPEONATO NACIONAL SUB-17

A primeira fase teve 48 clubes divididos em quatro grupos. Após turno único (11 rodadas), os quatro primeiros de cada avançaram à próxima etapa.

GRUPO A – Vitória de Guimarães (invicto, com 31 pontos ganhos), Sporting Braga (26), Rio Ave (24) e Chaves (19 pontos somados).

GRUPO B – Porto (invicto, com 31 pontos ganhos), Padroense (24), Boavista (23) e Tondela (23).

GRUPO C – Loures (invicto, com 29 pontos ganhos), Académica (25), União de Leira (24) e Fátima (24).

GRUPO D – Benfica (atual bicampeão, 33 pontos ganhos, 100% de aproveitamento), Belenenses (25), Estoril Praia (25) e Vitória de Setúbal (21).

Na segunda fase foram dois grupos regionalizados, com oito participantes. Após 14 rodadas, os dois primeiros avançaram diretamente para a fase final, assim como o melhor terceiro.

ZONA NORTE – 1º Porto (34 pontos ganhos); 2º Sporting Braga (28); 3º Vitória de Guimarães (25); 4º Boavista (19).

ZONA SUL – 1º Benfica (35 pontos ganhos); 2º Loures (26); 3º Belenenses (26); 4º Académica (23).

Agora, na terceira fase, o Vitória de Guimarães, pior terceiro, e o Académica, melhor quarto, encaram em turno único (três rodadas) os campeões regionais Marítimo e Micaelense. O primeiro colocado garante na disputa do título nacional, num hexagonal final, em dez rodadas, onde já estão Porto, Sporting Braga, Benfica, Loures e Belenenses.

Comente


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Da Base