Da Base

09:34 | 22/07/2018
Brasil
26/03/2018 às 21:00 - Por Vinicius Fernandes

Confira o Guia da Copa do Brasil Sub-20 de 2018

Este ano Boa Esporte, Brasil de Pelotas, Juventude e Oeste fazem suas estreias no torneio

A edição 2018 da Copa do Brasil Sub-20, competição organizada pela Confederação Brasileira de Futebol, novamente reunirá 32 clubes: os 20 da Série A do Campeonato Brasileiro do ano anterior e os 12 melhores da Série B do Brasileirão de 2017.

A disputa do torneio se dá no sistema “mata-mata” em todas as etapas, ou seja, times divididos em chaves de dois, decidindo em um ou dois jogos nas duas primeiras fases (se o time visitante vencer por diferença maior ou igual a dois gols no jogo de ida estará automaticamente classificado), e sempre em duelos de ida e volta nas quartas de final, semifinal e final.

Os 32 participantes representam 11 Estados: BA (2), CE (1), GO (2), MG (4), PA (1), PE (1), PR (4), RJ (4), RS (4), SC (3) e SP (6). Em relação ao ano passado, o Pará reaparece, Minas Gerais, Paraná e São Paulo ganharam mais um representante e o Rio Grande do Sul dobrou sua quantidade. Por outro lado, Goiás e Santa Catarina perderam um e Pernambuco, dois; e Alagoas e Mato Grosso ficam sem representante. Boa Esporte, Brasil de Pelotas, Juventude, Oeste, Paraná Clube e Paysandu são as novidades de 2018.

Veja os confrontos da primeira fase:

1 – Ceará CE x Fluminense RJ
2 – Oeste SP x Grêmio RS
3 – América MG x Palmeiras SP
4 – Bahia BA x Atlético PR
5 – Brasil de Pelotas RS x São Paulo SP
6 – Londrina PR x Chapecoense SC
7 – Avaí SC x Vasco da Gama RJ
8 – Vila Nova GO x Atlético MG
9 – Atlético GO x Sport PE
10 – Boa Esporte MG x Corinthians SP
11 – Vitória BA x Internacional RS
12 – Paysandu PA x Flamengo RJ
13 – Coritiba PR x Ponte Preta SP
14 – Juventude RS x Cruzeiro MG
15 – Paraná Clube PR x Botafogo RJ
16 – Figueirense SC x Santos SP

Confira um resumo de cada clube:

AMÉRICA/MG

Destaque: Valdir (atacante).

Técnico: Fred Pacheco.

Histórico: O Coelho participou de todas as cinco edições anteriores, mas apenas em 2013 passou da primeira fase, chegando às quartas de final.

Retrospecto recente: Quinto colocado no Campeonato Mineiro da categoria no ano passado, não disputou o Campeonato Brasileiro de 2017 e foi eliminado na terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano.

ATLÉTICO/GO

Destaque: Gabriel Bernard (goleiro).

Técnico: Danilo Portugal.

Histórico: O Dragão participou em 2012, 2013, 2015 e 2017, sendo eliminado na primeira fase nas quatro oportunidades.

Retrospecto recente: Quarto colocado no Campeonato Goiano da categoria no ano passado, não disputou o Campeonato Brasileiro de 2017 e foi eliminado na segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano.

ATLÉTICO/MG

Destaque: Marquinhos (meia).

Técnico: Anderson Valiñas.

Histórico: O Galo participou de todas as edições anteriores, sendo vice em 2012 e campeão em 2017. Seu pior desempenho foi a eliminação nas oitavas de final em 2014.

Retrospecto recente: Campeão mineiro da categoria no ano passado, foi eliminado na primeira fase do Campeonato Brasileiro de 2017 e perdeu a Supercopa do Brasil para o rival Cruzeiro, nos pênaltis. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano foi eliminado na terceira fase.

ATLÉTICO/PR

Destaque: Vitor Naum (atacante).

Técnico: Tiago Nunes.

Histórico: O Furacão desistiu de participar da primeira edição. Em 2013 e 2017 caiu na primeira fase; em 2014 chegou às quartas de final; em 2015 foi vice-campeão e em 2016 saiu nas oitavas de final.

Retrospecto recente: Décimo colocado no Paranaense Sub-19 no ano passado, foi semifinalista no Campeonato Brasileiro de 2017. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano chegou às oitavas de final.

AVAÍ/SC

Destaque: Luanzinho (meia).

Técnico: Fabrício Bento.

Histórico: O Leão da Ilha havia caído na primeira fase em todas as edições, até ser semifinalista no ano passado.

Retrospecto recente: Campeão catarinense sub-20 de 2017, não participou do Campeonato Brasileiro. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano foi eliminado nas quartas de final.

BAHIA/BA

Destaque: Fabrício (atacante).

Técnico: Pablo Fernandez.

Histórico: O Tricolor de Aço sempre passou da primeira fase: foi vice-campeão em 2016; semifinalista em 2012 e 2014; em 2013 e 2017 caiu nas quartas de final e seu pior desempenho aconteceu em 2015, quando foi eliminado nas oitavas de final.

Retrospecto recente: Terceiro colocado no Campeonato Baiano da categoria no ano passado, não participou do Campeonato Brasileiro. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano foi eliminado na segunda fase.

BOA ESPORTE/MG

Destaque: –

Técnico: Manoel Miluir Macedo Cunha.

Histórico: O Boa disputou somente a primeira edição, em 2012, quando chegou à segunda fase.

Retrospecto recente: Não participou do Campeonato Mineiro, nem do Campeonato Brasileiro de 2017, assim como da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano.

BOTAFOGO/RJ

Destaque: Rhuan (atacante).

Técnico: Eduardo Barroca.

Histórico: O Glorioso foi semifinalista em 2013. Em 2012, 2014 e 2017 caiu logo na primeira fase. Em 2015 e 2016 foi eliminado nas oitavas de final.

Retrospecto recente: Terceiro colocado no Campeonato Carioca e quinto no Brasileiro da categoria no ano passado, foi eliminado na segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018.

BRASIL/RS

Destaque: –

Técnico: Alison Henry Martins Da Silva.

Histórico: O clube de Pelotas estreia na competição.

Retrospecto recente: Em 2017 não disputou o Campeonato Gaúcho nem o Brasileiro da categoria e não participou da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano.

CEARÁ/CE

Destaque: Esaú (goleiro).

Técnico: Erisson Matias.

Histórico: O Vozão, que não disputou a edição 2016 do torneio, caiu na primeira fase em 2012, 2013, 2014, 2015 e 2017, sem conseguir um triunfo sequer.

Retrospecto recente: Terceiro colocado do Campeonato Cearense Sub-20, não participou do Campeonato Brasileiro no ano passado e caiu na segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano.

CHAPECOENSE/SC

Destaque: Bruno (atacante).

Técnico: Fabio da Cunha.

Histórico: A Chape participou pela primeira vez em 2014, caindo na primeira fase, assim como em 2015 e 2016. Em 2017 foi até as quartas de final.

Retrospecto recente: Vice-campeão catarinense sub-20 e sétimo colocado do Campeonato Brasileiro de 2017. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018 foi eliminado na segunda fase.

CORINTHIANS/SP

Destaque: Fabricio Oya (meia).

Técnico: Dyego Coelho.

Histórico: O Timão caiu nas oitavas de final em 2012, 2016 e 2017 e foi eliminado na primeira fase em 2013, 2014 e 2015.

Retrospecto recente: Em 2017, no Campeonato Brasileiro da categoria, caiu logo na primeira fase, sem vencer um jogo sequer, e foi desclassificado nas quartas de final do Campeonato Paulista. Já na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano saiu nas oitavas de final.

CORITIBA/PR

Destaque: Henrique Vermudt (zagueiro).

Técnico: Mozart.

Histórico: O Coxa caiu nas oitavas de final em 2012 e 2015 e foi eliminado na primeira fase em 2013, 2014, 2016 e 2017.

Retrospecto recente: Terceiro colocado no Campeonato Paranaense Sub-19 e vice-campeão do Campeonato Brasileiro Sub-20 de 2017. Já na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano foi eliminado na terceira fase.

CRUZEIRO/MG

Destaque: Gabriel Brazão (goleiro).

Técnico: Ricardo Resende.

Histórico: A equipe celeste caiu nas oitavas de final nas quatro primeiras edições e foi até as quartas de final em 2016. Em 2017 foi desclassificada logo na primeira fase.

Retrospecto recente: Terceiro colocado no Campeonato Mineiro da categoria no ano passado. No Campeonato Brasileiro ficou com o título inédito, assim como na Supercopa Sub-20. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2017 caiu nas oitavas de final. E na Copa Libertadores foi eliminado na primeira fase, com três derrotas e nenhum ponto ganho.

FIGUEIRENSE/SC

Destaque: Ceará (atacante).

Técnico: Élio Sizenando.

Histórico: O Figueira caiu na primeira fase em 2012, 2013 e 2016. Em 2014 e 2017 chegou às oitavas de final e sua melhor campanha aconteceu em 2015 quando foi eliminado nas quartas de final.

Retrospecto recente: Terceiro colocado no Campeonato Catarinense e acabou eliminado ainda na primeira fase do Campeonato Brasileiro de 2017, invicto (quatro empates). Na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018 saiu na terceira fase.

FLAMENGO/RJ

Destaque: Pepê (meia).

Técnico: Mauricinho.

Histórico: Sua melhor campanha aconteceu no ano passado, quando foi vice-campeão. O rubro-negro foi eliminado nas oitavas de final em 2012, 2013 e 2014. Em 2015 caiu nas quartas de final e em 2016 saiu logo na primeira fase.

Retrospecto recente: Vice-campeão carioca da categoria, foi eliminado na primeira fase do Campeonato Brasileiro de 2017 e na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018 chegou ao título.

FLUMINENSE/RJ

Destaque: Lucas (atacante).

Técnico: Leo Percovich.

Histórico: O Tricolor das Laranjeiras foi quadrifinalista em 2012, seu melhor resultado. De 2013 a 2017 caiu nas oitavas de final.

Retrospecto recente: Quinto colocado no Campeonato Carioca e sexto no Campeonato Brasileiro da categoria no ano passado, foi eliminado logo na primeira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018.

GRÊMIO/RS

Destaque: Tetê (atacante).

Técnico: Luiz Gabardo Junior.

Histórico: O tricolor gaúcho piorou o seu desempanho a cada ano. Foi semifinalista em 2012, quadrifinalista em 2013, caiu nas oitavas de final em 2014 e 2015 e não passou da primeira fase nos últimos dois anos.

Retrospecto recente: Quinto colocado no Campeonato Gaúcho da categoria em 2017, foi eliminado na segunda fase do Campeonato Brasileiro, ficando na oitava posição. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018 saiu na terceira fase.

INTERNACIONAL/RS

Destaque: Bruno José (atacante).

Técnico: Ricardo Grosso.

Histórico: O Colorado, após ficar nas oitavas de final em 2012 e 2013, sagrou-se campeão em 2014. Em 2015 mais uma vez caiu nas oitavas e em 2016 foi até as quartas. Ano passado fez sua pior campanha, saindo logo na primeira fase.

Retrospecto recente: Campeão gaúcho da categoria, foi eliminado na primeira fase do Campeonato Brasileiro de 2017. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018 foi até a semifinal.

JUVENTUDE/RS

Destaque: Deivid (zagueiro).

Técnico: Itaqui.

Histórico: O clube de Caxias do Sul estreia na competição.

Retrospecto recente: Sexto colocado no Campeonato Gaúcho da categoria no ano passado, não disputou o Campeonato Brasileiro e este ano foi eliminado logo na primeira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

LONDRINA/PR

Destaque: Miullen (atacante).

Técnico: Alemão.

Histórico: O Tubarão participou apenas em 2017, saindo na primeira fase.

Retrospecto recente: Quarto colocado no Campeonato Paranaense Sub-19 de 2017 e não participou do Campeonato Brasileiro Sub-20. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018 caiu nas oitavas de final.

OESTE/SP

Destaque: Tiago Falcão (goleiro).

Técnico: Alan Dotti.

Histórico: O OFC participa pela primeira vez do torneio.

Retrospecto recente: Não participou do Campeonato Paulista nem do Campeonato Brasileiro de 2017. Este ano foi eliminado logo na primeira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

PALMEIRAS/SP

Destaque: Léo Passos (meia).

Técnico: Wesley Carvalho.

Histórico: O Verdão caiu nas oitavas de final de 2012 a 2014. Em 2015 e 2016 acabou eliminado ainda na primeira fase. Em 2017 fez sua melhor campanha, chegando às quartas de final.

Retrospecto recente: No Campeonato Paulista da categoria em 2017 ficou com título, mas no Campeonato Brasileiro se despediu ainda na primeira fase. Já na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018 foi desclassificado nas quartas de final.

PARANÁ CLUBE/PR

Destaque: Warley (atacante).

Técnico: Luciano Simm.

Histórico: O clube paranista tem como melhor campanha as oitavas de final em 2013. Em 2012, 2014 e 2015 foi eliminado na primeira fase e não participou nos últimos dois anos.

Retrospecto recente: Campeão paranaense sub-19 no ano passado, não disputou o Campeonato Brasileiro de 2017 e foi eliminado na terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano.

PAYSANDU/PA

Destaque: Lucas Geovane (volante).

Técnico: Rogerinho Gameleira.

Histórico: O Papão participou em 2016, sendo eliminado na primeira fase com apenas um jogo (derrota em casa para o Bahia, por dois gols de diferença).

Retrospecto recente: Campeão paraense da categoria no ano passado, não disputou o Campeonato Brasileiro de 2017 e foi eliminado ainda na primeira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano.

PONTE PRETA/SP

Destaque: Felipe Cardoso (atacante).

Técnico: Felipe Moreira.

Histórico: A Macaca caiu na primeira fase nas quatro primeiras edições e nos dois últimos anos saiu nas oitavas de final.

Retrospecto recente: Vice-campeã do Campeonato Paulista da categoria em 2017, caiu na primeira fase do Campeonato Brasileiro. Já na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano foi desclassificada na segunda fase.

SANTOS/SP

Destaque: Lucas Sebastian (volante).

Técnico: Aarão Alves.

Histórico: Quadrifinalista em 2012 e 2016, o Peixe sagrou-se campeão em 2013 e foi semifinalista em 2014. Em 2015 e 2017 fez sua pior campanha ao ser eliminado ainda na primeira fase.

Retrospecto recente: Ano passado se despediu ainda na primeira fase do Campeonato Paulista e do Campeonato Brasileiro da categoria. Eliminado nas quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano.

SÃO PAULO/SP

Destaque: Lucas Perri (goleiro).

Técnico: André Jardine.

Histórico: O Tricolor Paulista saiu logo na primeira fase em 2012 e 2013. Em 2014 foi quadrifinalista e em 2015 e 2016 ficou com o título, sendo o único bicampeão do torneio. No ano passado caiu nas oitavas de final.

Retrospecto recente: Eliminado nas quartas de final do Campeonato Paulista e na semifinal do Campeonato Brasileiro da categoria no ano passado. Já em 2018 foi semifinalista da Copa Libertadores da América e vice-campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

SPORT RECIFE/PE

Destaque: Adryelson (zagueiro).

Técnico: Júnior Câmara.

Histórico: O Leão foi eliminado nas oitavas de final em 2012 e caiu na primeira fase nas três edições seguintes, assim como em 2017. Em 2016 fez sua melhor campanha, chegando às semifinais.

Retrospecto recente: O rubro-negro é o atual tricampeão pernambucano da categoria, mas saiu do Campeonato Brasileiro já primeira fase, sem uma vitória sequer. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano caiu na segunda fase.

VASCO DA GAMA/RJ

Destaque: Lucas Santos (atacante).

Técnico: Marcos Valadares.

Histórico: O Gigante da Colina foi quadrifinalista em 2012 e 2014. Em 2013 e 2016 caiu na primeira fase e em 2015 saiu nas oitavas de final. Em 2017 fez sua melhor campanha, alcançando a semifinal.

Retrospecto recente: Campeão carioca, foi eliminado na primeira fase do Campeonato Brasileiro da categoria no ano passado. Em 2018 chegou às oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

VILA NOVA/GO

Destaque: Phillipe (atacante).

Técnico: Ariel Mamede.

Histórico: O Vila estreou no ano passado e foi eliminado com apenas um jogo, ao perder por dois gols de diferença, em casa, contra o São Paulo.

Retrospecto recente: Terceiro colocado no Campeonato Goiano Sub-19, não disputou o Campeonato Brasileiro da categoria. Eliminado na segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018.

VITÓRIA/BA

Destaque: Eron (atacante).

Técnico: João Burse.

Histórico: O Leão da Barra foi o campeão da primeira edição do torneio, em 2012, mas em 2013 foi eliminado na primeira fase. Em 2014 ficou com o vice, em 2015 e 2016 caiu nas oitavas de final. E em 2017 saiu nas quartas de final.

Retrospecto recente: Campeão baiano da categoria no ano passado, foi eliminado na primeira fase do Campeonato Brasileiro. Na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano saiu nas quartas de final.

Comente


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Da Base