Da Base

15:54 | 23/02/2020
Brasil
23/01/2020 às 09:59 - Por Vinicius Fernandes

Copinha tem final estadual pela 23ª vez

Pela primeira vez na história dois clubes do Rio Grande do Sul chegam juntos à decisão do título

Com os triunfos de Internacional e Grêmio nas partidas semifinais, pela primeira vez na história a Copa São Paulo terá um Gre-Nal na decisão do título, marcada para sábado (25), às 10 horas, no Estádio do Pacaembu, na capital.

Gre-Nal na final (Foto: FPF)

O Grêmio tenta uma conquista inédita, já que na única vez em que foi finalista acabou goleado (0 x 4) pela Portuguesa de Desportos, em 1991. Já o Inter disputará pela sexta vez a final, tendo ganhado em quatro oportunidades (1974, 1978, 1980 e 1998).

Será a primeira vez que dois clubes do Rio Grande do Sul decidem o título da Copinha, mas não a primeira entre duas agremiações de um mesmo Estado. Isto já aconteceu em outras 23 oportunidades. Claro, a supremacia é de São Paulo: 21 vezes, a última em 2017 (Corinthians 2 x 1 Santos). Os cariocas Fluminense e Botafogo fizeram a final em 1971 e os mineiros América e Cruzeiro em 1996.

Desde 2011, com Flamengo x Bahia, não havia ao menos um paulista na decisão da Copa São Paulo de Futebol Júnior. É apenas a quarta vez que isso acontece (as outras foram as já citadas de 1971 e 1996, além da de 1980, entre Internacional e Atlético Mineiro).

Entre os finalistas de 2020, Grêmio e Inter ganharam seis e empataram duas partidas. O melhor ataque é o do Grêmio, com 18 gols. O Inter balançou as redes 15 vezes. No geral, ninguém anotou mais tentos que o São Paulo: 21. Internacional e Grêmio foram vazados apenas em três oportunidades.

Felipe Micael, do Mirassol, é o artilheiro da atual Copinha, com dez gols, três a mais que Sandrinho, do São Bernardo.

Comente


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Da Base