Da Base

14:28 | 18/07/2019
Brasil
24/06/2019 às 11:00 - Por Vinicius Fernandes

Fluminense é o melhor no ranking histórico do Brasileirão Sub-20

Clube carioca tem maior número de pontos, melhor aproveitamento, mais vitórias e ataque mais positivo

Nesta quarta-feira (26) começa a quinta edição do Campeonato Brasileiro Sub-20 organizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com a participação dos 20 melhores clubes no ranking da Entidade.

 23 clubes já participaram da competição (Foto: CBF)

Até o momento 23 agremiações já participaram da competição. Este ano a novidade é o América-MG. O Fluminense-RJ foi o campeão em 2015, o Botafogo-RJ ficou com o título em 2016, o Cruzeiro-MG levantou a taça em 2017 e o Palmeiras-SP é o atual detentor do troféu.

Baseado em colocações finais, o Fluminense-RJ é o dono do melhor retrospecto, sendo o único sempre a passar da primeira fase. O tricolor carioca, ficou em 1º em 2015, 5º em 2016, 8º em 2017 e 4º em 2018. A seguir aparece o Coritiba-PR, que chegou à segunda fase em três oportunidades: (12º em 2015, 4º em 2016, 2º em 2017 e 6º em 2018).

Doze clubes conseguiram ir ao menos à segunda fase em duas ocasiões, com destaque para o Vitória-BA, que tem apenas três participações, sendo 2º em 2015 e 2018, e 18º em 2016 (não esteve em 2017). Demais: Cruzeiro-MG (5º em 2015, 20º em 2016, 1º em 2017 e 10º em 2018); Botafogo-RJ (14º em 2015, 1º em 2016, 5º em 2017 e 19º em 2018); São Paulo-SP (18º em 2015, 6º em 2016, 3º em 2017 e 13º em 2018); Ponte Preta-SP (7ª em 2015, 7ª em 2016 e 17ª em 2017 e 2018), Grêmio-RS (11º em 2015, 8º em 2016, 7º em 2017 e 12º em 2018), Corinthians-SP (17º em 2015, 2º em 2016, 20º em 2017 e 5º em 2018); Bahia-BA (3º em 2015, 9º em 2016 e 16º em 2017. Não participou em 2018); Internacional-RS (9º em 2015, 3º em 2016, 11º em 2017 e 8º em 2018); Flamengo-RJ (4º em 2015, 14º em 2016, 9º em 2017 e 3º em 2018); Palmeiras-SP (6º em 2015, 12º em 2016, 10º em 2017 e 1º em 2018); Vasco da Gama-RJ (8º em 2015, 16º em 2016, 14º em 2017 e 7º em 2018).

O Athletico-PR ficou uma vez entre os oito melhores (19º em 2015, 17º em 2016, 4º em 2017 e 20º em 2018), assim como a Chapecoense-SC (6ª em 2017 e 16ª em 2018), que porém participou apenas nos últimos dois anos.

Três agremiações participaram de todas as edições e nunca passaram da primeira fase: Atlético-MG (10º em 2015, 19º em 2016, 13º em 2017 e 14º em 2018); Santos-SP (16º em 2015, 13º em 2016, 12º em 2017 e 11º em 2018); Sport Recife-PE (20º em 2015, 15º em 2016 e 2018 e 18º em 2017).

Por fim, Goiás-GO (13º em 2015, 11º em 2016 e 19º em 2017) e Figueirense-SC (10º em 2016, 15º em 2017 e 9º em 2018) caíram logo na primeira fase em suas três participações e Ceará-CE (15º em 2015) e Atlético-GO (18º em 2018) tiveram o mesmo desempenho na única vez em que marcaram presença.

Em número de pontos ganhos, o Fluminense lidera, com 82, seguido por Coritiba (65), Palmeiras (57), Flamengo (51), São Paulo (48), Cruzeiro (46), Botafogo (45), Corinthians (44), Vitória (42), Inter (41), Vasco (32), Bahia (31), Grêmio (30), Ponte Preta (28), Athletico (23), Santos (18), Figueirense (17), Chapecoense (15), Atlético-MG (14), Goiás (11), Sport (9), Ceará (3) e Atlético-GO (2).

Em aproveitamento, o Fluminense é o melhor (62,1%), seguido por Palmeiras (59,3%), Bahia (57,4%), Flamengo (56,6%), Coritiba (54,1%), São Paulo (53,3%), Cruzeiro (47,9%), Figueirense (47,2%), Botafogo (46,8%), Vitória (46,6%), Corinthians (45,8%), Inter (45,5%), Vasco (43,2%), Ponte Preta (37,8%), Santos (37,5%), Grêmio e Chapecoense (35,7%), Athletico (31,9%), Goiás (30,5%), Atlético-MG (29,1%), Ceará (25,0%), Sport (18,7%) e Atlético-GO (16,6%).

Em número de jogos disputados, o Fluminense também está na ponta, com 44, seguido por Coritiba (40), Palmeiras, Corinthians, Cruzeiro e Botafogo (32), Vitória, Flamengo, Inter e São Paulo (30), Vasco, Grêmio e Ponte Preta (28), Athletico (24), Bahia (18), Sport, Santos e Atlético-MG (16), Chapecoense (14), Goiás e Figueirense (12) e Atlético-GO e Ceará (4).

Em número de vitórias, mais uma vez o Fluminense aparece no topo, com 23, seguido por Coritiba (18), Palmeiras (16), Flamengo (15), São Paulo (13), Vitória, Botafogo e Cruzeiro (12), Corinthians e Inter (11), Vasco e Bahia (9), Grêmio (8), Ponte Preta (7), Athletico, Santos e Chapecoense (5), Atlético-MG (4), Figueirense (3), Goiás (2), Ceará e Sport (1) e Atlético-GO (0).

O Fluminense é também quem mais empatou: em 13 oportunidades, seguido por Coritiba e Corinthians (11), Cruzeiro (10), Palmeiras, Botafogo e São Paulo (9), Inter, Athletico e Figueirense (8), Ponte Preta (7), Vitória, Sport, Grêmio e Flamengo (6), Vasco e Goiás (5), Bahia (4), Santos (3), Atlético-MG e Atlético-GO (2) e Chapecoense e Ceará (0).

Ninguém perdeu mais que Grêmio, Ponte Preta e Vasco: 14 vezes. A seguir aparecem Vitória (12), Inter, Coritiba, Athletico e Botafogo (11), Corinthians, Cruzeiro e Atlético-MG (10), Flamengo, Sport e Chapecoense (9), Fluminense, Santos e São Paulo (8), Palmeiras (7), Bahia e Goiás (5), Ceará (3), Atlético-GO (2) e Figueirense (1).

Com 67 gols marcados, o Fluminense tem o melhor ataque, seguido por Coritiba (58), Palmeiras (56), Flamengo (49), Corinthians (47), Vitória (43), Inter (42), São Paulo (40), Botafogo (39), Grêmio (37), Cruzeiro (32), Vasco (31), Ponte Preta (29), Bahia (26), Atlético-MG (24), Santos (20), Goiás (18), Athletico e Sport (16), Chapecoense e Figueirense (13), Ceará (4) e Atlético-GO (1).

Em número de gols sofridos, o Grêmio é o mais vazado: 52 vezes, seguido por Corinthians (46), Coritiba e Ponte Preta (44), Vitória e Inter (42), Vasco (41), Botafogo (39), Fluminense (38), Flamengo (36), Palmeiras (34), Atlético-MG (31), Cruzeiro (30), Sport (28), Santos (27), Goiás (26), São Paulo (25), Bahia e Athletico (24), Chapecoense (21), Figueirense (11), Ceará (7) e Atlético-GO (5).

Comente


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Da Base