Da Base

04:26 | 17/12/2018
Brasil
10/11/2018 às 00:05 - Por Vinicius Fernandes

Veja os resultados da quarta rodada da fase de grupos da “UEFA Youth League”

Real Madrid passa a ser o único com 100% de aproveitamento

A edição 2018/2019 da “UEFA Youth League”, a Liga dos Campeões da Europa na categoria sub-19, teve sua quarta rodada (primeira do returno) da fase de grupos realizada neste meio semana, com 57 gols em 16 partidas, mais uma vez média superior a três por jogo (isso aconteceu em todas as jornadas). Ao todo já são 222 em 64 partidas (3,46 de média por jogo). R. Gül, do Galatasaray-TUR, foi o autor do centésimo gol da temporada e o brasileiro Rodrigo (ex-Grêmio Novorizontino-SP), do Real Madrid-ESP, marcou o de número 200.

Rodrigo comemora gol da vitória do Real, fora de casa (Foto: Site oficial do Real Madrid)

Foram seis vitórias dos mandantes, três empates e sete derrotas (26 – 16 – 22 no geral). Os maiores destaques foram as goleadas aplicadas pelo PSG-FRA o Napoli-ITA, fora de casa, e pelo Atlético de Madrid-ESP, como mandante, contra o Borussia Dortmund-ALE, e a vitória do Real Madrid-ESP graças ao gol de Rodrigo, nos acréscimos, tornando-se o único entre todos os 32 participantes a ainda não perder ponto. O atacante brasuca balançou as redes em todas as quatro rodadas. Ajax-HOL 6 x 0 AEK Athens-GRE, na jornada inaugural, ainda é o maior placar da competição.

Entre os países com mais de um representante, a Inglaterra foi o de melhor retrospecto, com três vitórias e um empate (8v – 6e – 2d ao todo). A França também viu seus representantes não serem derrotados, com dois triunfos e um empate  (7 – 2 – 3), assim como Portugal, que obteve uma vitória e um empate (4 – 2 – 2). A Espanha também se saiu bem, com três triunfos e uma derrota (10 – 2 – 4).

A Alemanha venceu uma, empatou outra e perdeu duas (5 – 4 – 7), mesmo retrospecto da Itália (4 – 5 – 7). Os representantes da Holanda obtiveram um empate e um revés (3 – 3 – 2). E a Rússia, com duas derrotas (2 – 2 – 4), foi a pior na rodada e agora é a pior no geral.

Entre os jogadores, Brown, do Chelsea, que participa do “Caminho dos Campeões”, segue no topo da artilharia, com sete gols. Rodrigo (Real Madrid), Ngonge (Brugge), Tengstedt (Midtjylland), Guerrero (M. Tel Aviv), Ngankam (Hertha) e Gilmour (Chelsea) estão com quatro.

Ao final das seis rodadas (turno e returno), o primeiro colocado avança direto às oitavas de final, enquanto o segundo vai aos play-offs, em jogo único fora de casa, contra um dos oito classificados na outra chave do torneio continental.

Resultados:

Napoli 2 – 5 PSG
Tottenham Hotspur 2 – 0 PSV
Monaco 3 – 1 Club Brugge
Internazionale 0 – 2 Barcelona
Crvena Zvezda 0 – 2 Liverpool
Porto 2 – 1 Lokomotiv Moskva
Atlético Madrid 4 – 0 Borussia Dortmund
Schalke 04 1 – 2 Galatasaray
CSKA Moskva 1 – 2 Roma
Viktoria Plzeň 1 – 2 Real Madrid
Bayern München 2 – 0 AEK Athens
Olympique Lyonnais 3 – 3 Hoffenheim
Valencia 0 – 1 Young Boys
Benfica 3 – 3 Ajax
Juventus 2 – 2 Manchester United
Manchester City 4 – 1 Shakhtar Donetsk

No Grupo A, Atlético de Madrid e Monaco continuam dividindo a ponta, com nove pontos ganhos, cinco a mais que o Club Brugge. O Barcelona segue invicto e líder isolado do Grupo B, com dez pontos ganhos, quatro a mais que o Tottenham, que subiu para segundo. O Liverpool está em primeiro lugar no Grupo C, também invicto e com dez pontos, três a mais que o PSG. O Lokomotiv Moskva perdeu a sua invencibilidade e passa a dividir a ponta do Grupo D, com Galatasaray e Porto, todos com sete pontos somados.

O Ajax, mais um invicto, permanece na primeira colocação do Grupo E, com oito pontos somados, um a mais que Benfica e Bayern München. O Hoffenheim perdeu os 100% de aproveitamento, mas segue na liderança isolada e invicta do Grupo F, com dez pontos ganhos, três à frente do Lyon. Agora único 100%, o Real Madrid, primeiro colocado do Grupo G, tem 12 pontos e está bem à frente do Viktoria Plzeň, segundo, com seis. E no H, o Manchester United se manteve na ponta, com dez pontos ganhos (perdeu os 100% de aproveitamento), três a mais que a Juventus.

O Ajax é o dono do melhor ataque, com 14 gols marcados, um a mais que o Hoffenheim. Por outro lado, Schalke 04 e AEK balançaram as redes apenas uma vez. Barcelona e Lokomotiv Moskva têm a melhor defesa, com apenas três gols sofridos. Já o AEK possui a pior, vazada 15 vezes.

Até aqui, nas cinco edições anteriores, foram dois títulos para Chelsea e Barcelona (atual campeão) e um para o RB Salzburg.

Comente


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Da Base