Da Base

09:23 | 16/01/2018
Brasil
09/01/2018 às 11:00 - Por Vinicius Fernandes

Veja um resumo histórico da Copa Santiago

Internacional sobra na competição

Em 2018, entre os dias 11 e 20 de janeiro, acontecerá a 30ª edição da Copa Santiago de Futebol Juvenil, com a presença de 13 equipes.

Internacional é o maior vencedor (Foto: Divulgação)

Os 13 participantes representam cinco Estados: RS (6), SP (2), SC (2), MT (1), PE (1) e PR (1).

Na história, o Internacional-RS é o maior vencedor, com 14 títulos. O clube colorado é também quem mais finais disputou (16 vezes) e o atual campeão, ao fazer 15 x 14 no eterno rival Grêmio-RS, na decisão por pênaltis, após empate por 3 a 3 no tempo normal, em 2017. Destaque merece o Nacional-URU, que chegou à final duas vezes e levou a melhor em ambas oportunidades.

Na primeira fase da disputa os times são divididos em três grupos. Os do A enfrentam os do B e os do C jogam entre si. Os dois melhores de cada e os dois terceiros de melhor campanha avançam ao mata-mata, sempre em duelos únicos, até a final.

Grupos:

A – Internacional-RS, Tubarão-SC, Luverdense-MT e Ponte Preta-SP.

B – Grêmio-RS, Juventude-RS, Chapecoense-SC e Coritiba-PR.

C – Cruzeiro de Santiago-RS, Novo Hamburgo-RS, Progresso-RS, Palmeiras-SP e Sport Recife-PE.

Confira um resumo histórico de cada clube:

INTERNACIONAL

Melhor colocação: Campeão em 1990, 1992, 1993, 2001, 2003, 2005, 2007, 2009, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2017.

Retrospecto nesta década: Levantou a taça de 2011 a 2014 e depois em 2017, semifinalista em 2015 e quadrifinalista em 2016.

TUBARÃO

Melhor colocação: Jamais foi finalista.

Retrospecto nesta década: Semifinalista em 2017, não participou de 2011 a 2016.

LUVERDENSE

Melhor colocação: Jamais foi finalista.

Retrospecto nesta década: Não participou de 2011 a 2017.

PONTE PRETA

Melhor colocação: Jamais foi finalista.

Retrospecto nesta década: Quadrifinalista em 2017 e 2016, não participou de 2011 a 2015.

GRÊMIO

Melhor colocação: Campeão em 1995, 1996, 1997, 1998, 2000 e 2008.

Retrospecto nesta década: Vice-campeão em 2017, semifinalista de 2012 a 2016 e eliminado na primeira fase em 2011.

JUVENTUDE

Melhor colocação: Jamais foi finalista do torneio.

Retrospecto nesta década: Eliminado na primeira fase em 2015, não participou de 2011 a 2014, 2016 e 2017.

CHAPECOENSE

Melhor colocação: Jamais foi finalista do torneio.

Retrospecto nesta década: Quadrifinalista em 2016, não participou de 2011 a 2015 e 2017.

CORITIBA

Melhor colocação: Jamais foi finalista do torneio.

Retrospecto nesta década: Eliminado na primeira fase em 2012, não participou em 2011 e de 2013 a 2017.

CRUZEIRO DE SANTIAGO

Melhor colocação: Campeão em 2016.

Retrospecto nesta década: Eliminado na primeira fase em 2017 e 2013, ficou com o título em 2016, foi quadrifinalista em 2015 e 2014, semifinalista em 2012 e caiu na segunda fase em 2011.

NOVO HAMBURGO

Melhor colocação: Jamais foi finalista do torneio.

Retrospecto nesta década: Não participou de 2011 a 2017.

PROGRESSO

Melhor colocação: Jamais foi finalista do torneio.

Retrospecto nesta década: Não participou de 2011 a 2017.

PALMEIRAS

Melhor colocação: Vice-campeão em 2012.

Retrospecto nesta década: Semifinalista em 2017, quadrifinalista em 2013 e 2016, finalista em 2012 e não participou em 2011, 2014 e 2015.

SPORT

Melhor colocação: Jamais foi finalista do torneio.

Retrospecto nesta década: Eliminado na primeira fase em 2017, não participou de 2011 a 2016.

Comente


NOTÍCIAS RELACIONADAS

Da Base